sexta-feira, 24 de outubro de 2014

As cores & o amor na campanha COSTURE O BEM


Quando você deseja o bem, o bem te deseja também!


Com essa frase de autor desconhecido inicio esse post! Em maio lancei aqui no blog a campanha COSTURE O BEM, que foi super abraçada por pessoas queridas do país todo. No período marcado muitas manifestações de amor e carinho chegaram, em mãos e pelos correios, e a partir disso começamos a montagem da colcha. Os prazos previstos não foram suficientes, mas como solidariedade não existe limites... optamos por trabalhar a colcha com calma e todo o amor nossa campanha merece!

Eis que, finalmente, a colcha está pronta, e linda - ela traduz um pedacinho de cada uma das participantes, que aderiram à ideia, e enviaram suas melhores energias. Com o trabalho minuncioso na escolha dos blocos, Fabiana Lauer montou a estrutura da colcha, de forma a deixá-la linda e harmoniosa. O quilt foi feito a mão, e enriqueceu ainda mais nosso trabalho. 


Sim, a colcha está pronta, e linda, e está exposta no espaço lugastal na feira ARTESANAL, que acontece no Barra Shopping até sábado,dia 25 de outubro, aqui em Porto Alegre. Preparamos esse espaço pra dividir com todas vocês cada pedaço de cor e amor que na colcha foram costurados. No estande da Cotemac, o espaço lugastal foi montado para que vcs façam suas "patch selfies"e dividam conosco todo esse amor!


Em breve divulgaremos a instituição que fará a ação de rifa com a colcha. Aguardem novidades! E, mais uma vez, quero agradecer à quem participou e uniu, conosco, todo o seu amor.

p.s: pela grande quantidade de material que recebemos, há blocos que não foram utilizados... e a campanha COSTURE O BEM seguirá sua estrada... outra peça será apresentada, em breve!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Patinhos para o Pedro!


Sabe quando a gente faz um trabalho e depois fica pensando nas tantas possibilidades que ainda poderiam ser exploradas? Esse é meu sentimento com os patinhos de banho - quem visita o estúdio lugastal sabe que temos um caso de amor (visite nosso banheiro!), e a cada viagem que os encontro, a galera aumenta.

Em junho decorei o chá da minha amiga Carol, então à espera da Teresa (que chegou ao mundo nessa semana, linda e cabeluda!), e em outubro havia outra tarefa de "titia prendada", decorar o chá do Pedro (na verdade, o encontro teve um formato festivo um pouco diferente, com direito à presença das amigas, titias, vovós, amigos, tios e vovôs. Mas estamos em outubro, época de Ocktoberfest, e à noite intitulou-se Chopp do Pedro!  

Eu bem que tentei pensar noutro tema - a imaginação passou por fazendinha, barcos, pescaria, carrinhos... mas voltou ao ponto inicial,  patinhos de banho - e na noite festiva havia muitos deles!!!

Contar com o apoio de amigas prendadas é sempre muito bom - cookies lindos (Cookieria By Margaret), papelaria (Tuty Arte&Mimos), o bolo e outras guloseimas foram feitos lá em casa. A mãe do Pedro preparou as lembrancinhas, com jujubas e marshmallows. E a festa estava tri boa!








Agora é só esperar o Pedro chegar... e dizer "oi tia Lu!"

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Vó, estou na Burda!!!!!

Quando era pequena ( faz tempo!!!!) adorava folhear as revistas das avós. Norminha, a vó do lado da mãe, adorava as fotonovelas e os livros de romance; Léps, a vó do lado do pai, gostava de conferir "as modas" em tricô e tecido; e  eu, curiosa, bisbilhotava atentamente as publicações - eu e minhas irmãs chegávamos na casa delas e saíamos garimpando alguma novidade.  Confesso que, ao olhar que a novi era a revista Burda, não me sentia muito animada (kkkkkkk... a vó adorava... dizia, toda animada,  que a Burda vinha do "estrangeiro"e hoje entendo perfeitamente o que é esperar uma revista ou receber algo diferente). Mas cresci com aquele pré-conceito de que a Burda era revista de vó - traduzindo: revista de velhas!

Muitos anos se passaram, minhas avós foram embora, e no maior estilo "das lembranças que eu trago na vida", nesse ano fui entrevistada por qual revista??? Ela, a "Burda amada da minha vó"! Soube que marca chegaria em breve ao Brasil, e logo ao receber o primeiro exemplar já me encantei com o que vi: editoriais contemporâneos e de bom gosto... eu adorei! Mas fiquei pensativa sobre o quanto a revista estava moderna, até cair a ficha, a revista sempre foi moderna, ditadora de tendências fashion... eu é que era criança e a achava sem graça. Pois então... não sei se é porque já estou mais perto da idade das minhas avós do que da idade que eu tinha à época, mas estou completamente in love com a revista, e nessa segunda edição, ainda fui presenteada com uma matéria de página inteira! 

Vale a pena conferir os editoriais, estão lindos e cheios de sugestões bacanas! Na página do facebook também têm dicas e novidades (clique aqui).


Com uma rotina agitada, Lu Gastal concilia seu tempo com as aulas, os encontros de patchwork e seu atelier

Uma história de amor que começou desde cedo por influência de suas avós que desenvolviam atividades manuais. Mas depois de algumas mudanças em sua vida, a costura tornou-se sua atividade principal. A artesã Luciana Gastal, ou simplesmente Lu, hoje mantém um belo atelier em Porto Alegre, promove encontros de patchwork, possui uma loja virtual e ainda dá aulas. Ufa! Uma rotina intensa que começa cedo e se estende até a noite. Mas nada disso tira o sorriso simpático dessa gaúcha de Cachoeira do Sul (RS).

Trocar uma atividade sólida e respeitada como a advocacia foi uma decisão tomada em conjunto com a família, já que buscava mais simplicidade para a sua vida. "Não podemos precisar o futuro, tudo é permeado em tentativas, erros e acerto; é preciso coragem  e conhecimento", comenta. O artesanato abriu portas para uma nova profissão, mas também para conhecer gente nova, fazer amizades e conhecer novos lugares.

Estudou e leu muito, inspirou-se em cases de negócios para montar a sua marca lugastal, com produtos artesanais, criados e produzidos com sua identidade, carinho, amor e muita seriedade. Sobre o seu trabalho e como inspira os outros comenta: "Algo que me emociona é encontrar artesãs em todo país e saber qu emeu trabalho as inspira, as motiva na busca pela qualidade de seus produtos". 

Além de comendar uma estrutura de sete pessoas, Lu ainda viaja para participar de feiras, ministrar cursos e procurar novidades. "Quem acompanha lugastal sabe que adoro uma estrada, adoro desafios, e para apresentar tendências, é preciso sair da zona de conforto", finaliza.

Saiba mais sobre o trabalho de lugastal em www.lugastal.com.br