sábado, 6 de setembro de 2014

Olha a feira, freguesa!!!!!!

Tudo começou em 2006 (acho que já contei essa história, mas vou contar de novo); nos meus trabalhos de artesã, comercializava minhas peças em feiras de Brasília; costumava produzir peças de Natal e Páscoa. Porém, havia uma inquietação no coração; queria produzir algo que ultrapasse as festas comemorativas, algo que perdurasse o ano todo, algo " muito lugastal". À época, ganhei uma cópia xerox de uma publicação japonesa, com um molde de maçã, e resolvi experimentar. Ajustes daqui, mistura de cores e estampas  dali... e logo minhas maçãs ficaram bem bonitas e com o meu jeito - estampas misturadas e cores em abundância. Então pensei: vou fazer uma cesta de frutas; mas pensar não é fazer... e daí seguiram várias semanas até que as frutas saíssem com jeito/estilo/formato verdadeiro de frutas. 

Eis que surgiu a primeira oportunidade de mostrar meu trabalho, e as frutas lugastal coloriram as páginas da revista Faça&Venda, produzida pela querida Rita Paiva, hoje produtora da revista Make. Eis que surgiu (parte II) o primeiro post desse blog - leia AQUI.


Impossível conter minha alegria; os vários exemplares que comprei na banca de revista viajaram para a casa da mãe, das avós, e das amigas. Minhas frutas estavam coloridas, diferentes, e poderiam representar meu trabalho o ano todo. Como inquieta sou, logo veio a vontade de produzir os vegetais, e em breve nasceram a beringela, chuchu, pimenta, milho verde, a abóbora. A técnica era a seguinte: comprava os legumes "de verdade", levava para o ateliê e entre tardes de testes, costuras, num vai e vem constante de fazer/desmanchar/refazer, cada peça foi ganhando seu formato. Meus suspiros de amor e dificuldade para abóbora e milho verde, sem dúvidas as peças que deram muito mais trabalho na criação. 

E aquela inquietação falava alto - era hora de padronizar a produção - costurar muitas peças com o comprometimento que saíssem iguais em qualidade, cor, tamanho. Procurei o Sebrae/DF em busca dessa qualificação de produto; trabalhei com afinco, e não demorou para ser convidada a expor minhas peças na feira Paralela Gift, em São Paulo - essa foi a primeira experiência de mostrar meu trabalho num evento de grande porte. 

Daí a história tomou seu rumo - as frutas e vegetais lugastal pegaram a estrada - participei de muitas outras feiras, e com elas conquistei clientes que me acompanham no decorrer desses anos. Num curso de design de produto, qual foi o produto que trabalhei??? As frutas e os vegetais, que ganharam roupagem mais sofisticada e proporcionaram minha primeira exposição individual (que foi um fracasso de público! rsrsrsrsr - prova de que as  velhas e boas peças feitas em tricoline perduravam no gosto das freguesia! E com elas segui minha história, decorando mesas, árvores de natal, festas, ambientes em lojas, pousadas e hotéis). Sim, a  tradicional "feira da lugastal" seguiu decorando lares, ilustrando matérias na mídia, e levando cores e diversão pelo país. Não há coisa mais gostosa do que escutar "tenho suas frutas na minha casa há muitos anos!" - isso é fruto de trabalho, de esforço, de dedicação.

E a  pedidos de clientes e alunas lugastal, a coleção voltou! Têm peças lindas e coloridas pra decorar a casa, e apostilas pra quem deseja produzir a sua própria feira. Pra decór de setembro do estúdio lugastal, uma feira completa te espera!


Passa na loja virtual e confere os projetos, compostos de foto, explicação detalhada de passo-a-passo e moldes em tamanho natural.


3 comentários:

Retalhinho Chic disse...

Então, tenho a Patch e Afins com suas frutas (era essa mesma a revista?) Sou paulista, mas como moro em cidade de índio, tive que pedir pra uma amiga me mandar a revista pelo correio. Fiz tudo que estava lá e é verdade, onde passaram, ficaram! Lindas, coloridas e cheias de charme by Lu!! Amei fazer!!
* se por acaso eu errei a revista me fala!
Beijos, Vy Potel

Dona Linha disse...

Lu, sou fã das suas frutas há muito tempo. São coloridas e apetitosas, talvez até mais que as da vida real. Volta a fazer frutinhas quando tiver tempo! Prepara um kit com cestinha e várias delas e coloca na lojinha que vai ser sucesso absoluto. Beijoca!

Teresa Aparecida de Aquino Soranso disse...

Eu tenho essa revista, aliás, todas as revistas Faça e Venda, rsrrsrsr e lembro que adorei sua ideia. Parabéns! bjs