domingo, 29 de julho de 2012

O cuidado em encantar!




Outro dia recebi  email de uma leitora lugastal perguntando o que ela pode fazer para que seu produto seja comprado. Pergunta direta, que mereceria algumas horas de conversa a respeito.
O tema merece nossa atenção, afinal, trabalhar com produtos artesanais não é tarefa fácil (mas é uma delícia) e algumas dicas podem ajudar muito na hora das vendas. Não há regras estabelecidas – seguem  alguns importantes detalhes que podem te auxiliar na hora de oferecer o produto ao cliente:

- atenção total aos detalhes: não adianta trabalhar com o melhor tecido do mercado e não ter cuidados higiênicos – mantenha seu local de produção limpo e arejado – tecidos perfumados e limpos são fundamentais para o resultado final (um sabonete entre os tecidos já garante um cheirinho gostoso).

- tente produzir algo que seja diferente: clientes adoram novidades, portanto, a cada bazar ou evento que vc participar, procure levar produtos novos, ou os mesmos criados com outras cores. Composês também fazem sucesso entre a mulherada, por exemplo, um trio de nécessaire em 3 diferentes tamanhos.

- tenha um preço justo e competitivo: não adianta você achar que seu produto vale R$ 20,00 se o preço de uma peça similar no mercado custa R$7,00.  Produtos artesanais merecem nossa valorização, mas é importante fazer um simples exercício – inverta a situação, e questione-se “eu pagaria R$ 20,00 pelo produto”? Se a resposta for afirmativa, siga em frente com segurança, caso contrário, reflita e reavalie seu preço final de venda.

- apresente seu produto com orgulho: muitas artesãs falam a mesma coisa – adoram costurar e produzir, mas não gostam de vender. Se eu não valorizar o meu produto, não conseguirei vender a ideia a absolutamente ninguém. Portanto, tá fácil – tire o bumbum da cadeira e saia da zona de conforto – há inúmeras possibilidades para mostrar seu produto – bazares e lojinhas virtuais são opções super econômicas! Capriche nas fotos (não use flash, e coloque uma cartolina branca atrás, para valorizar os detalhes de sua peça) e comece já a propaganda com suas amigas – além das redes sociais, o marketing “boca-a-boca” é uma excelente ferramenta de divulgação!

- cultive o cuidado em encantar: apresente seu produto da melhor forma possível – pra isso não é preciso gastar muito! Uma toalha de mesa, uma simples garrafa d`água com flor, uma embalagem que mostre seu carinho e preocupação já são sinônimos de cuidado e amor pelo que foi feito – encante  sempre seu cliente, ele certamente voltará a procurar o seu produto!


quinta-feira, 26 de julho de 2012

para as vovós!

Eu daria todas as minhas moedas de 1 real para ter as minhas avós nesta data (e todos os demais dias do ano). Mas há coisas que transcendem nossa vontade, portando, mando para elas o meu amor!


Uma homenagem lugastal à todas as vovós do Brasil!!!!!!


terça-feira, 24 de julho de 2012

É época de plantar!




É tempo de plantar por aqui! Hora de muito trabalho - trabalhar é bom e faz bem!!! Julho é mês de férias, mas no meu calendário não rolou nenhum passeio familiar.  Tive de explicar às meninas... mas a vida é assim mesmo, num dia se planta, noutro se colhe. 

É hora de mudanças na lugastal - hora de seguir os planejamentos para o segundo semestre, preparar as feiras que participaremos, além da agenda dos Patch Encontros lugastal (Florianópolis em agosto, Porto Alegre em setembro, Brasília em outubro, Rio de Janeiro em novembro). Os projetos têm sido intensos, acontecem concomitantemente e demandam (muita) dedicação. Meu ateliê mudou de endereço, agora a produção terá o espaço necessário e nosso tempo será otimizado com melhor organização; o ateliê da loja será exclusivo para as Oficinas Craft - aulas de costura e patchwork, e passa por reformas durante toda essa semana. Reformulações pedem repaginações, mudanças resultam em novas energias circulando pelo ar,  e trazem bons fluidos.


Ah, a colheita é inerente, e chega no seu tempo! Simples assim, como na lei da semeadura, quem planta, colhe,  e ponto final. 


Plante respeito, e colherás respeito. 
Plante amor, e colherás amor. 
Plante confiança, e colherás confiança. 




Glau macedo fotografou a linha de tecidos lugastal (coleção piquenique) - estão disponíveis nas melhores lojas de patchwork do país e na lojinha virtual (para acessar, cliquei AQUI!)

domingo, 22 de julho de 2012

cores no inverno lugastal

Sou bem insistente, mas o clima frio, as formigas vizinhas e alguns cachorros "não educados" têm impossibilitado o canteiro da loja de manter-se florido. O inverno traz dias nublados, eu adoro cores, e pensava que elas (as cores) têm feito falta na frente da loja. 

No meu material de produção, gosto de ter variedade de produtos que possam enriquecer detalhes, e a caixa com novelos de lã estava lá, há meses, me aguardando. Alguns pompons dela saíram nesse inverno, e decoram com graça os cachecóis lugastal, feitos com algodão e flanela. O tricô fez parte da minha vida na juventude, depois desaprendi e há pouco tempo recomecei a ensaiar alguns pontinhos, numa produção "conjunta"que está lá em São Paulo, no estúdio do Tudo Artesanal. 

Pois nesse fim-de-semana estava na loja, tentando não trabalhar na lista dos projetos e planejamentos  (sábado é meu dia free, e me permito encontrar clientes, bater papo sem pressa e atender o balcão). Numa ida ao ateliê, a caixa de lãs olhou pra mim, eu olhei pra ela, e a sinergia foi imediata - lembrei da imagem de uma árvore todinha em tricô (ou crochê) que vi no post TRICÔ URBANO, há algum tempo atrás, aliás, vários blogs fazem referência ao tema.  

Sabia que meu craft-encontro com as lãs consumiria, pelo menos, algumas horas de trabalho, mas quem vai dizer que uma tarde ensolarada não pede programas divertidos? Não fiz tricô ou crochê - muitas e muitas e muitas voltas de lã cobriram o tronco da árvore.  O auxílio da Andréia e a companhia de clientes, vizinhos e motoristas (que passaram e fizeram questão de parar pra bater um papo) deixaram a tarde ainda mais gostosa. (para relaxar o cansaço dos braços, um banho quente foi perfeito!).








sexta-feira, 20 de julho de 2012

amigo você é o mais certo das horas incertas!


Sabe aquela história de encontrar uma amiga querida em algum lugar, e vocês estarem com uma roupa muiiito parecida - ou igual, e da mesma cor? Ou descobrir que a amiga tem a mesma pulseirinha ao lado do relógio - e que nenhuma das duas comprou, e sim ganhou com aquela frase "esse presente é a sua cara"? Coincidências??? Não, afinidades.

Tenho uma amiga em Pelotas que é o exato oposto físico de mim - ela 1,60, eu 1,80;  na época meu cabelo era mais escuro e liso, o dela claro e cacheado. A semelhança era, unicamente, a cor dos olhos, além de ouvirmos os mesmos discos (LP, você já ouviu falar!) e a tal afinidade. Pois um dia chego na lancheria e o atendente lascou: "tua irmã acabou de sair daqui!". Minhas irmãs estavam viajando, e logo imaginei que a mim ele tivesse atribuído mais uma familiar, no caso, era a amiga Mariana. Descobrir que ele se referia a ela foi fácil - difícil foi entender como é que chegou nessa conclusão.

Bom, o negócio é o seguinte: tem gente que não tem  marido, mulher, filhos, pais - mas todo mundo tem um amigo, "unzinho"apenas -  todo mundo tem! Eu sempre digo que os verdadeiros, os "do peito",  a gente conta nas mãos, e talvez eu até seja uma pessoa privilegiada por poder ampliar um pouquinho os números no meu cronômetro, mas isso realmente não importa, o que me interessa é saber que, na alegria ou na tristeza, tenho com quem contar - e o que oferecer quando de mim precisarem - até porque na deprê ou na euforia, nada melhor do que um ombro amigo (mais precisamente, um ouvido). 

Há uma infinidade de tipos de amigos - os amigos gatos, os amigos cachorros, os do chopp, os da academia, os do colégio, da faculdade, do futebol, da costura, da noitada. Atualmente há uma espécie super "em alta"  - os do facebook, e por aí segue a lista - cada um do seu jeito, cada qual com sua importância. Há amigos para todos os gostos e estilos, e é a gente quem escolhe os nossos, assim como a intensidade das amizades. Têm os amigos do peito - aqueles que, mesmo sem laços de sangue, nos fazem sentir como se tivéssemos todo o direito de palpitar em suas vidas a qualquer tempo, sem sequer perguntarmos a célere frase "posso te dizer minha opinião?". Alguns amigos xingam a gente quando é necessário abrir nossos olhos, outros passam a mão na cabeça e aquele silêncio carinhoso fala mais do que mil palavras. Têm amigos que ligam "só pra dizer um oi" exatamente 5 minutos depois de pensarmos neles - olha a afinidade mais uma vez aí, gente! 

Tenho amigas de verdade que conheci na internet, tenho amigas muito muito especiais por onde morei -  as de Cachoeira, as "quase irmãs" de Pelotas e de Brasília - e mesmo à distância estamos perto - pra isso basta a gente querer e "fazer força para". Aliás, tudo na vida é assim, pura recíproca. Tenho três amigas Claudias com-ple-ta-men-te-di-fe-ren-tes, e todas moram no meu coração, enfim... cada amigo tem seu jeito, seus gostos, seus diferentes estilos, e a afinidade pode mesmo ser decorrência de pura química.

Aos meus queridos amigos, o meu amor especial no dia de hoje! Eu bem que tento ser presente ou, pelo menos, ligar no dia do aniversário (risos...às vezes me atrapalho). Quem gosta de mim sabe que sou fiel, e isso pra mim vale mais do que qualquer outro atributo. O que realmente importa é a tal AFINIDADE, que aliada à FIDELIDADE, fortalece qualquer relacionamento! Ah... um grande-abraço-apertado para meus dois amigos homens que eu verdadeiramente adoro - um deles de aniversário hoje... 




Fotos "não tão meramente ilustrativas"  de dois queridos momentos -
representam todas minhas amigas queridas que me lêem agora e sabem que habitam o meu coração!!!!






domingo, 15 de julho de 2012

Tildas no inverno de Santa Catarina!

Cultura + inverno + patchwork + oficinas lugastal + projetos Tilda. 

Na semana que passou, a Prefeitura Municipal de Gaspar promoveu, durante a programação do Festival de Inverno, a realização de oficinas lugastal com projetos Tilda. A simpática cidade catarinense proporcionou a dezenas de professoras de artesanato, costureiras e amantes do patchwork da região a oportunidade de qualificação na produção de bonecas, e o resultado não poderia ser diferente: alunas sorridentes e bonecas super caprichadas. 

O evento teve apoio da Celmáquinas, que cedeu as máquinas de costura, e Círculo S/A (as bonecas Tilda das Oficinas lugastal - Festinver foram produzidas com tecidos da linha patchwork). 

Tive ainda o privilégio de conhecer um importante projeto do município -  a Casa das Oficinas; um espaço que existe especialmente para difundir a arte, proporcionando à comunidade oficinas de música, mosaico, patchwork, cerâmica e teatro, com espaços de extremo bom gosto e sob a orientação de professores qualificados.

Mas é hora de voltar, porque a semana será intensa em Porto Alegre - o Tilda Week acontecerá no ateliê lugastal de 18 a 21 de julho - ligue na loja e informe-se sobre disponibilidade de vagas. E logo voltarei para Santa Catarina com mais projetos Tilda, em mais uma edição do Patch Encontro lugastal, que acontecerá durante o Festival Algodão Doce, em Florianópolis (mais informações AQUI). 












 






 
Agradecimento especial à equipe das Secretarias de Cultura e Turismo de Gaspar; à  Jocinéia Rocha - coordenadora de marketing Círculo S/A, e à Celmáquinas.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

idéia criativa e premiada no cenário do design nacional

Adoro programas ecléticos, e sempre que posso bato pernas e gasto solas de sapato olhando vitrines, onde quer que eu esteja. Em abril saí de uma reunião na 25 de março, quando me deu aquela vontade de olhar vitrines - justamente num dia em que o tempo estava a meu favor - o que não é comum! Graças a um trânsito não caótico, em menos de 15 minutos estava nos Jardins suspirando frente às vitrines - um verdadeiro colírio para os olhos! Caminhadas de um lado ao outro das ruas, numa infinidade de opções e sugestões que eu adorei. Já meio cansada, dobrei em direção ao hotel, vejo rapidamente uma vitrine com sapatos - não pararia para olhar com atenção, se não fossem alguns fuxicos num cantinho.  Não resisti, é claro, e entrei para conferir. Evitando pensamentos a la Imelda Marcos, mentalizava o mantra "não estou precisando de sapatos - não estou precisando de sapatos", encantada com cada modelo que tinha por lá.

A loja Ciao Mao faz produtos com um design incontestável - prova é que já recebeu vários prêmios tamanha criatividade.  A proposta é muito bacana - faz o consumidor interagir ao escolher acessórios de materiais, formas e cores variadas, tornando-o coautor do próprio calçado. Atendimento primoroso, simpático, ainda ganhei um copinho com suco de lichia - é dispensável dizer que estava uma delícia. O site é bem legal, vale a pena passear por lá.

Bem, a história é a seguinte: é claro que não resisti e saí de sacolinha na mão, mas não comprei nenhum acessório dos propostos, deixei pra customizar meu sapato super-mega-gostoso-e-confortável em casa - mais precisamente, na loja. E como sou louca por botões, foram eles meus escolhidos para customizar meu sapato tudo-de-bom (o solado é feito em borracha reciclada, tri macio). A loja oferece o produto com design, a cliente o deixa exclusivo - bacana, né?!

E na tarde que me dediquei aos novos "pisantes" fotografei o passo a passo; achei a idéia bacana pra partilhar com vcs. Fica a dica: pra quem tem aquela roupa que adora ou mesmo um sapato que está pedindo algum detalhe diferente - uma dose de criatividade e carinho pode deixar sua peça única - todinha e exclusivamente sua! E quem estiver dando sopa em SP, vale a pena visitar a Ciao Mao - mesmo que seja pra tomar um suquinho gostoso!

Aqui, a receita foi: seis botões, linha de bordar, retalhos de feltro, velcro e 30 minutos - recortei pequenos círculos de feltro, e costurei os botões, colei o velcro com cola quente e ... voilá! Sapato lindo!







Como perdi um dos botões, outro dia passei por lá com duas amigas queridas e entrei na loja de novo, mas dessa vez só comprei um fuxico pra arrematar o detalhe perdido - é claro, tomei suco de lichia, e brinquei de montar novos sapatos!- as amigas saíram de sacolinha nas mãos!




terça-feira, 3 de julho de 2012

Patch Encontro lugastal

As imagens não poderiam ser mais sinceras e queridas - literalmente, Um dia de Tildas, (muitos) sorrisos & Patchwork - III Patch Encontro lugastal - em São Paulo. 

A  música é leve e gostosa; fala de amor, fazer coisas que se gosta, não estar vidrado em dinheiro o tempo todo. 

Simples assim: imagens + música = emoções.

Para vocês, o vídeo do III Patch Encontro lugastal - edição São Paulo!


"Caso você não consiga visualizar o vídeo nesta página, clique na mensagem que aparece na tela e assista AQUI - no You Tube"





domingo, 1 de julho de 2012

Sim, a mega é mega!

Lembro da minha primeira impressão sobre a Mega Artesanal, em 2007 - uma estrutura verdadeiramente mega, condizente ao nome. Portanto, é árdua a tarefa de comentar com vc a edição 2012 da  feira; são tantos estandes, tantos detalhes, que fica muito difícil descrever e citar tudo o que há de bacana por lá. Vários  corredores apresentam propostas e sugestões interessantes pra quem gosta e vive o artesanato brasileiro; uma uma diversidade incrível de materiais, estilos, técnicas, e sobretudo, gostos. Mas como é praxe aqui no blog, seguem fotos para quem não teve a oportunidade de prestigiar o mega evento. 



Aulas coletivas são as mais esperadas do evento, e nesse quesito meu amigo Marcelo Darghan arrasou! A frente do projeto fantástico, ministra aulas para um público incrivelmente numeroso. Empresas promoveram muitas aulas e oficinas em seus estandes, levando ao público a possibilidade de participar e aprender novas técnicas.

O espaço Elo7 foi, sem dúvida, um show de criatividade e inovação - os ciclos de palestras e bate papo entre artesãos foi super prestigiado e movimentou a sala especialmente "preparada para". Um estúdio de fotografia foi montado para dar início às lojinhas virtuais dos artesãos, com equipamentos de ponta e muita criatividade - além de dicas especiais de como melhorar a apresentação de fotos e produtos. Parabéns à equipe, o cuidado e empenho era nítido nesse projeto! 


(tive o prazer de participar dos "encontros marcados" por 3 dias seguidos, momentos muito especiais e de grande importância para meu trabalho e crescimento - obrigada a todas as pessoas que me prestigiaram e dividiram suas ideias e opiniões - obrigada equipe Elo7 pelo convite e confiança!)












Momentos "lugastal  & Tudo Artesanal"-
A equipe se fracionou e gravou em diversos locais as participações nos próximos programas. Fiquem ligados, muitas novidades da feira serão contadas durante os programas! 

Escolhi a Vila do Patchwork - espaço cuidadosamente preparado por Rita Paiva e Ana Consentino - pequenas casas coloridas receberam uma exposição de panôs em patch, uma árvore com maçãs lugastal (ao fundo) e, é claro, uma das maiores estrelas do evento, o fusca em patchwork - talvez a "figura"mais fotografada do mega evento.


Lu Gastal curtiu! 
Sem dúvida alguma, o estande do ateliê Camomila Rosa foi um dos que mais me encantou - e mostrou que é possível trabalhar com simplicidade, economia, e sobretudo, muita criatividade! Eu amei a big Tilda preparada pelas meninas!


Momentos "carinho não tem preço".
Meu agradecimento sempre à todas as pessoas queridas que dividiram comigo um pouquinho de seu  carinho em forma de abraços, beijos e lembranças tão bacanas que vieram na minha mala. Tenham a certeza de que esse amor é muito especial para mim!

Um beijo e agradecimento à querida Laurinha, que paciente e incansavelmente me acompanhou pelos corredores da Mega Artesanal durante os intensos 3 dias.


Parabéns à WR produções, e aguardem a edição gaúcha em Porto Alegre, em outubro próximo!