quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Um post para quem acredita!


Não é novidade aqui no blog que eu curto a magia do Natal - adoro o clima, luzinhas piscando, os abraços ou simplesmente ouvir a voz de quem gosto. Confesso que as músicas me são enlouquecedoramente nostálgicas, bate uma saudade de quem não tenho mais por perto, uma saudade de um tempo que não volta, e aí o peito aperta... segura coração!

Mas hoje foi dia de encontrar Papai Noel, e entregar as cartas do desafio "festas lugastal". Ele curtiu de montão! Depois de um sorriso amarelo, decorrente de uma rápida dificuldade em entender por quê lá cheguei com tantas cartas e fotos de mulheres adultas; depois de uma breve conversa e algumas explicações, lá deixei todas as cartinhas enviadas, algumas com foto, outras sem fotos, mas todas, todas com muita emoção e, sobretudo, amor! 

Aproveitando o calor excessivo na cidade e o fato de não ter nenhuma (nenhuminha) criança a fim de fotografar com o vovô de barba branca, ele curtiu cada texto, cada história, cada sentimento, e por último me reclamou que seria impossível sortear apenas duas! Tá bom... sucumbi ao seu olhar reprovador, afinal, não sou boba nem nada pra ficar de mal com o Papai Noel a essa altura do ano, né????  Então atenção, meninas participantes do desafio "festas lugastal"- três leitoras do blog lugastal foram sorteadas, mas todas que participaram receberão um presente muito especial pelo carinho, pela participação, e sobretudo, pelo carinho e amor que partilharam conosco!

Muito obrigada a todas as pessoas que participaram do desafio "festas lugastal", com histórias fofas, queridas e, sobretudo, cheias de emoção! Cada uma delas permeada no que há de mais bacana - a sinceridade - sentimento tão escasso e precioso! 

E para aquelas pessoas que acreditam na magia do Natal, na simplicidade e, sobretudo, no amor, fica aqui um patchwork de emoções representado por apenas três cartas sorteadas! Parabéns Adriana D'Ávila, Moêmia Souza e Denise Leoni, vcs receberão um super presente lugastal neste Natal. Parabéns às demais participantes, cada pedacinho de história que me tocou profundamente, e com quem faço questão de dividir um pouquinho do meu carinho! Vocês todas foram demais!


"Sentada em meu atelier, enquanto costuro uma de minhas encomendas para este Natal, percebo que esqueci de buscar uma fita. Guardo-as em uma delicada cesta de vime, na qual há muito tempo não reparava... Levou-me diretamente ao Natal de 1995, no qual me lembro de estar sentada em uma poltrona de couro antigo, na casa em que cresci. O cheiro do couro, as tábuas no chão rangendo e a pequena árvore de natal com as luzes parcialmente acesas, fizeram ser uma época memorável.
Minha mãe, que estava doente, tomava a maior parte do meu tempo, mas ainda assim costurava para o nosso sustento, assim como eu fazia cestas. Assim era feita nossa celebração. Nunca foi uma época triste, pelo contrário. Era uma alegria simples, com cheiro de galinhada e luzes que funcionavam independente da nossa vontade. Era bom. Simplesmente bom.
No ano seguinte, estava com minha filha nos braços, meu maior presente. Foi quando todo o amor que é possível sentir, se ateve a um único nome: Larissa.
Neste Natal, 16 anos depois, reflito um pouco sobre tudo que aprendi e vivi. Não foi fácil, até porque ninguém disse que seria, mas hoje sei o quão mais simples as coisas podem ser e o quanto isso depende de nós. O artesanato, fez-me desde os meus treze anos, quando vendia botões em uma loja de armarinho, ver o quanto a simplicidade nos faz mais complexos.
            ‘’É simples ser feliz. O difícil é ser simples!’’                                     Adriana


Caro Papai Noel, boa tarde! Espero que onde quer que você esteja faça um friozinho gostoso, pois aqui em Aparecida de Goiânia está um calor terrível.
Papai Noel tive uma infância pobre, mas, porém muito alegre.
 Morávamos todos juntos, juntos mesmo na mesma casa, meus avós, meus três tios, minha mãe, meu irmão e eu. Minha mãe saia cedo para trabalhar e só chegava tarde da noite. Às vezes ela chegava e nós estávamos dormindo. Aos sábados ela chegava em casa as 16h aí ela ia lavar roupas,naquele tempo era na mão mesmo,nós até que tentávamos ajudar, mas éramos pequenos,mais atrapalhava do que ajudava.Aos domingos mesmo cansada ela levantava cedo nos arrumava bem bonitinhos e íamos para a igreja de lá partíamos para uma praça para que pudéssemos brincar um pouco.E a vida seguia sempre assim.Eu mais estudiosa, lia muito.Nesta época eu já fazia artesanato.Encapava cabide com sutache e minhas tias vendiam,fazia também biquinhos em pano de prato e meu irmão...,bem meu irmão sempre fazendo bagunça.
A expectativa do Natal para nós era muito grande. Minhas avós nos levavam para o centro da cidade, nesta época morávamos em Goiânia, para ver as luzes de Natal
Lembro que em 1979, foi meu melhor Natal. No dia 24 dormíamos a tarde para podermos assistir a missa do galo e jantar.O jantar era simples,arroz,feijão,frango assado,salada,coca-cola e rabanada,era muito bom.
Ao acordarmos tinha um mapa, do terreno onde morávamos, todo desenhado a mão em uma folha de caderno tudo bem organizado e colorido, era para eu e meu irmão encontrar nosso presente.Saímos os dois louquinhos tentando achar nosso presente.Todos riam muito de nós,do nosso afobamento e desespero para encontrar logo.Quando encontramos estava dentro de um saco preto.No meu  tinha 4 presentes uma blusinha,uma boneca,um saquinho de bala erlan e um sapato branco.Que alegria! Bjim                                              Moêmia


"Aos 37 anos é a primeira vez que escrevo uma cartinha para você. Já incentivei meus filhos a escrever e a entregar, mas carta de minha autoria é a primeira vez. Não é porque não acredito no bom velhinho, não é isso, mas aprendi a nunca projetar para outras pessoas os sonhos e expectativas. Sempre acreditei que quando queremos alguma coisa devemos buscar com toda a nossa força e de todo nosso coração. Ganhar um presente da Lu Gastal é muito importante para mim. Todos os dias visito sua página na internet, leio seus textos, me emociono e sonho em um dia ter um cantinho para chamar de meu, assim como a loja Lu Gastal. É aí que entra meu pedido a você. Desejo que 2013 seja o ano da virada na minha vida. Quero investir mais tempo naquilo que realmente amo, artesanato. Quero ter mais tempo com meus filhos, quero ser mais paciente e compreensiva com todos que estão a minha volta.
Quero ser mais sincera comigo mesma, mais otimista, olhar para o espelho e reconhecer minha beleza, minha jovialidade, meu valor. Não me preocupar com as críticas, muito menos com o julgamento alheio. Acreditar no meu potencial criativo, pois, o maior atributo de um filho de Deus é o poder de criar. Deus se manifesta neste mundo através do manancial criativo que Ele concede a cada um de Seus filhos, tornando cada um de nós um artista em potencial.
Espero neste natal que você traga embrulhado para presente a coragem de iniciar meu negócio. A criatividade de encontrar solução onde vejo dúvidas e medo.
Ah Papai Noel! Com toda sua experiência em gerenciar sua fábrica de brinquedos, tantos colaboradores para coordenar, seus conselhos serão refletidos e colocados em prática.
“Ao melhor estilo da música “coloquei meu sapatinho, ou melhor, minha sacola” na porta a espera do meu super Kit Lugastal”.
Espero você nesta noite de Natal. Não precisa entrar pela chaminé. Tenho sempre a porta aberta para receber os amigos. Sei que seu trenó vem carregado de presentes, mas se puder traga a Luciana Gastal, a festa com certeza estará completa.                             Denise



O Rei Roberto diria: "são tantas emoções!". Super beijo à todas que enviaram cartinhas, e aguardem que o Papai Noel entregará um presente muito bacana pra todas vocês!

11 comentários:

Tulipinha do Cerrado disse...

Fiquei feliz em ter compartilhado com vocês um momento feliz de minha infância.
Adorei as outras histórias.

Feliz Natal e muitas bençãos a todas e todos que por aqui passaram.

Bjs

Moêmia

Luciana Dias disse...

Histórias encantadoras, nos levam a pedir para papai do céu que nos mantenha unidas pelo amor pelo artesanato e pela vida, como sempre digo Lú continue assim, acolhedora e carinhosa pois é assim que vai trilhar os caminhos planejados pelo papai do céu, feliz natal e um ótimo 2013 para todos nós ;)

Ateliê Trançando Arte disse...

Ai que lindo!
Que Papai Noel mais fofo você encontrou.
Peninha... não fui sorteada mas como não acreditar em Papai Noel se eu tô vendo ali, a minha cartinha bem na mão dele? Rsrs
Parabéns para as sorteadas e suas histórias!
Um Natal de muita luz para todos.
Bjo grande, Tatyane

byRaquel disse...

Jamais havia escrito assim, contanto um pouco de minha história, foi um feito e tanto. Obrigado Luciana Gastal, por me fazer sentir tão boas lembranças como se ha pouco houvesse acontecido. Um GRANDE abraço e Boas festas!

Ateliê Trançando Arte disse...

Oi Lu, eu de novo.
Fiz um post no meu blog sobre o sorteio. Se tiver um tempinho, sua visita muito me honrará. (www.trancandoarte.blogspot.com.br)
E também gostaria de pedir para usar essa foto do Papai Noel com as cartinhas (na verdade, já estou usando, mas se precisar eu tiro...
Bjo grande, de novo.
Tatyane

bela silveira disse...

Olá garota, que saudades!!! É sempre uma emoção ouvir as histórias de natal que cada um tem pra contar... bate uma nostalgia gostosa, sempre adorei o natal, mesmo morrendo de medo do papai Noel, quando pequena é claro, kkkkkkkkkk tenho lembranças maravilhosas... adoro toda esta magia que toma conta do nosso coração neste período!!! Aproveito pra te desejar um iluminado final de ano e que esse big coração continue transbordando de bondade, carinho e muita energia gostosa em 2013
Bjo carinhoso!!!

Denise. T. B. Leoni disse...

Não consigo conter a emoção. Estou muito feliz Lu. neste ano que foi tão difícil, de grandes perdas esse presente Lu Gastal, representa muito.
Obrigada por tudo. pela energia que contagia e me faz sonhar e buscar a realização, pelas dicas, por tudo que você ensina com tanta simplicidade, mas que toca lá no coração. Você é muita abençoada por Deus com seus dons e talentos.
Que 2013 seja repleto de realizações.
Grande abraço de quem muito lhe admira
Denise T. B. leoni

lugastal disse...

Gente, quantas palavras bacanas por aqui! um suuuuuper beijo e abraço bem apertado pra todas... eu gostaria de postar todas as cartas, vcs não imaginam quanta emoção. beijos, feliz natal!

Valquiria Lima disse...

Que bom q o mundo não acabou...assim podemos compartilhar o melhor da vida...emoções.Agradeço por participar,e parabenizo as ganhadoras.Valeu Lu Gastal e Papai Noel!!! Um Feliz Natal e Próspero Ano Novo!!!Que em 2013 nós artesã estejamos sempre juntas,criando e emocionando muitas pessoas.Val.

Lucia disse...

Fiquei feliz em compartilhar um pouco da minha vida , as histórias escolhidas pelo Papai Noel são lindas as três estão de parabéns, proveito para desejar tudo de bom neste natal e que 2013 te traga muitas realizações e Felicidade, adoro seu trabalho beijos.

Nilceli Gonçalves disse...

Queridas Lu Gastal e equipe:
Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Que a noite de Natal e todos os dias do Ano Novo sejam iluminados pelas bênçãos de Jesus, com muita paz, amor, saúde e vitórias!! Agradeço a Deus pelas suas vidas...

bjs