sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Prêmio Artesão do Ano



Manhã da última quarta-feira - em São Paulo para cumprir a agenda do mês, o momento estava reservado para prestigiar o evento de premiação Artesão do Ano - promovido por Marcelo Darghan - um dos maiores incentivadores do artesanato do país. O prêmio, que foi criado em 2006, reconhece artesãos como profissionais e estimula a qualidade e excelência das obras.

Meu dia, que começara triste (logo cedo perdi um familiar muito querido), se completou com essa surpresa e imensa alegria de dividir a premiação de Artesão do Ano com Marcelo Nunes, Denise Meneguelo, Lisa Döhler da Silva, Lili Negrão, Rosely Ferraiol, Priscila Cunha, Vitória Quintal, Mamiko Yamashita, Leila Jacob e com meus queridos colegas do programa Tudo Artesanal, Vlady e Peter Paiva.  Num tempo de pura energia, artesãos e imprensa confraternizaram com um café da manhã repleto de delícias e, sobretudo, alto astral - dividir momentos especiais com pessoas positivas (e criativas) é sempre muito bom!

Momentos como esse são perfeitos para refletirmos sobre as conquistas, as buscas, os desejos, os anseios, as tentativas incessantes. Tenho plena convicção de que não se faz nada nem se constrói nada sozinho, e por isso a importância em partilhar esse pensamento com vocês, que lêem e acompanham minha trajetória há alguns anos. Os desafios profissionais são constantes, totalmente inerentes ao dia-a-dia;  são o impulso para realizarmos cada um de nossos sonhos - e dessa forma fortaleço meus ideais com força e determinação.

Num país onde a atividade artesanal passa, lentamente, a ser reconhecida e respeitada como profissão, eu tenho muito orgulho em dizer que sim, eu sou artesã;  atualmente envolvida com inúmeras atividades paralelas, decorrentes do meu negócio artesanal, porém sem nunca perder a essência que norteia meus projetos - a valorização do trabalho manual em tecidos. O sentido do patchwork hoje ultrapassa o conceito de "trabalho com retalhos", exigindo de seus profissionais características inerentes à qualquer outra atividade - a seriedade talvez seja a mais importante delas.

Tenho certeza que receber esse prêmio não foi por acaso -  é o resultado de um trabalho sério, árduo, embasado em regras de respeito ao próximo; não se trata apenas de técnicas ou costuras, e sim algo muito mais importante - o conhecimento, a busca constante em apresentar o que faço de melhor ao meu público - os artesãos, e quem realmente me acompanha sabe do meu cuidado em relação à isso. Falando em cuidado, no livro O Paradigma do Cuidado, o filósofo colombiano Bernardo Toro afirma sobre a importância do mesmo - não o cuidado de precaução, mas o de zelar, aquele de mãe com o filho.  O escritor nos desafia a termos esse cuidado com o corpo, com nossas relações familiares, de amizades, e com o mundo que nos cerca! Nesse sentido também pensei nas mensagens e emails que leio diariamente, no decorrer do ano, e posso afirmar com convicção, ser cuidada diariamente por vocês é um privilégio, sentir carinho de pessoas do bem é indescritível, e por quê não dizer, uma bênção!

Ser Artesã do ano é reflexo do cuidado de vocês, que me escolheram através de voto popular; ser Artesã do Ano me faz representar centenas de  artesãs espalhadas por esse país que trabalham com seriedade e dignidade -  me alegra representar profissionais incríveis do segmento, com quem tive o prazer de aprender muito - a maravilhosa Deolinda Moraes (que me apresentou cada técnica de patchwork em meados de 2003), Dóris Teixeira, Jane Leonetti e por aí segue a lista de professoras de destaque -  tenham certeza de que nenhuma delas chegou a essa altura da carreira por acaso! Ser a Artesã do Ano não é apenas portar uma carteirinha (a minha é dos tempos de Brasília) ou costurar horas e horas a fio - representa muito mais do que um troféu, é ter atitude, postura, ser  exemplo. 

À todos que me acompanham, o meu super agradecimento. É para vocês que dedico todas as conquistas, com a certeza de que tudo aquilo que desejamos ao próximo um dia voltará à nós mesmos!




7 comentários:

Katja Meyer disse...

Parabens pela merecida conquista!!

SONHO DE CRAFT disse...

FELICIDADE!esse sentimento que tenho quando acompanho cada palavra vinda com cheirinho de carinho a nós fãs/leitoras que torce e vibra com vc e que tanto nos inspira,parabéns Lú por cada conquista e empenho e a frase ímpar "não fazemos nada sozinho" é mais um exemplo de sabedoria.Que venha 2013 com muitas realizações.Bjs e luz a vc e equipe :)

zelia bolos e doces disse...

parabéns!!!!!!!!!!!!

Nilceli Gonçalves disse...

Luuuuuuu,
Eu já ia enviar e-mail para você, contando que a vi no Programa Mulher.Com, na tv século 21, apresentado pela Tatiane(Tati).Eles exibiram vários momentos da entrega do prêmio, e como eu amo artesanato, e o programa sempre tem muito pap, estava ali assistindo, quando de repente, citou seu nome e mostrou você recebendo o troféu. Eu me senti feliz, muito feliz, como se a conhecesse pessoalmente. Cheguei a falar em voz alta: Meu Deus, é a Lu Gastal, eu 'conheço',eu 'conheço', é do blog que visito...rsss...
Parabéns, querida, você fez por merecer. Creio que ainda receberá muiiiitos...

Bj

Ceu disse...

Parabéns...
Bjs

Ciane disse...

Merecido!! Parabens queridona! Que venham mais e mais por aí! Você faz por merecer. Gluckwünschen!! Alles, Alles liebe Ciane

simone disse...

Parabéns Lu,você merece.
Bjs.