quarta-feira, 10 de agosto de 2011

comentários & oficinas da semana

Ouvir comentários do trabalho da gente é sempre um antagonismo de emoções! Geralmente os aspectos positivos chegam na mais pura e simples maneira, olho no olho, ou pelas redes sociais que invadiram nossos dias e aproximaram toda e qq distância. Os negativos são mais complicados, ou nos chegam anonimamente (dificilmente as pessoas têm coragem de dizer o que acham ao vivo), ou, pior, vêm por ondas das mais negativas energias, popularmente conhecidas por fofocas. Lembrei de um fato ocorrido há muitos anos atrás, estava triste com um "falatório", quando o marido - na época noivo, sempre armado de frases rápidas e práticas, falou: "as fofocas sao alimentadas por quem da ouvidos". A partir dai, tento metodologicamente abstrair meus julgamentos perante elas, porque realmente não merecem nossa energia. Hj em dia, e com a maturidade e seus aprendizados (muitas vezes à duras penas), acho que as fofocas são difundidas por quem tem tempo para tal  (e ponto final).

Mas sem perder o foco, volto aos comentários, independente de suas naturezas. Os blogs entraram em nosso cotidiano de mansinho... muita gente (como eu) virou blogueira sem sequer perceber. De repent (e de maneira inevitável) as emoções ou opiniões são divididas numa infinita rede de pessoas interligadas por assuntos afins. Aí entra a exposição, e os tais julgamentos, acompanhados das mais diversas consequências.

Há momentos em que, no meio de épocas duras de trabalho, cansaço e/ou desânimo,  chegam mails de lugares tão distantes, de pessoas que sequer posso imaginar como sejam, ou de clientes e visitantes que vão à lugastal pra me conhecer, com um carinho que é realmente de emocionar! Dia desses, quando estive fora, li com surpresa um post no blog loucas por fazer, da Madalena, editora  da revista Claudia. Imediatamente retornei a ela demonstrando minha gratidão por um post tão querido, escrito a alguém que ela sequer conhece. E ontem à noite, naquele momento família-filhas-deveres da escola-tv-gato-cachorro-papagaio, abro o computador e leio um post escrito pela Ana Sinhana, amiga das antigas; um gostoso revival relatando a simplicidade do relacionamento (sempre afirmo que cada um de nos é responsável por nutrir os seus, e colher (ou não) seus frutos).




Obrigada verdadeiramente a todos que acompanham minhas divagações no lugastal.com.br - vcs tornam meus dias mais animados e felizes!


Aproveito o link para comentar que leio todos os comentários aqui do blog, e visito cada uma das pessoas que me escrevem (às vezes noite adentro), embora nao deixe os meus coments em cada um por absoluta falta de tempo. Mas valorizo cada opinião, recebo criticas legais que me fazem pensar e refletir, e essa troca de idéias é um universo infinito. Há alguns dias, houve um recorde de acessos ao  post. "inspirar-se é preciso"; recebi tantos coments queridos falando sobre a lojinha, que refletindo com meu travesseiro,  passei a achar divertida a expressão e anexei-a carinhosamente ao meu vocabulário. A partir daquele momento, passei a ser, sim, a dona da lojinha mais fofa dos arredores da Eudoro Berlink (com muito orgulho e suor)!!!


E por falar em lojinha fofa, aviso útil às costureiras de plantão:

 -  cursos e aulas de patchwork e costura criativa de segunda a sexta feira (inclusive para iniciantes - quem nunca passou uma linha na agulha;
-  os sábados são reservados para as oficinas craft - e nesse dia é necessária, sim, um  pouco de experiência com costura a máquina.


Próximo sábado, lançamentos do livro Tildas Atelier:
manha: elefantinha
tarde: capa de almofada


valor da oficina: R$ 75,00 (com material)

vagas limitadas - ligue 3333 22 93 e reserve a sua!

17 comentários:

Nathalia disse...

Ai, Lu, não fala das oficinas que eu me coço toda aqui de vontade!

Olha que eu dia eu arrumo uma promoção da Tam/Gol/Azul e vou para aí só para te conhecer... e fazer uma aulinha, claro! rs

Beijo!

MÁRCIA MARINHO disse...

Que delícia de post! (alías eu já disse que me teletransporto).
---Um momento da minha vida a qual você estava presente ""---
Quando tomei coragem de sair da aviação e mudar de estado, a revista que me marcou muito foi uma Faça e Venda que comprei no dia da viagem para ler a bordo (e uma das matérias era contigo-frutas de tecido) e pra cá você veio comigo para a semana das decisões e quem diria que pouco mais de 3 anos depois eu que nem imaginava qq contato contigo hj praticamente tomo café da manhã me deliciando com os teus posts e mundo de cores que vão além da alma...
------
Eu sempre recordo aquela semana da decisão e sempre sempre lembro da revista que guardo com o maior carinho.
(talvez tenha fugido hj um pouco do tópico, mas lembrei de te contar isso)
Bjs

Patrícia Medeiros disse...

Lu, que oficina maravilhosa! Então deixo a pergunta...
Não tenho como participar, pois moro em Sampa. Mas será que você manda o material necessário para que possamos fazer em casa?
Fica a dica.
Beijos...

lugastal disse...

o natália, a azul tá com ótimas promoções!!!
márcia, fico realmente muito feliz em saber essa história!
patrícia, em breve teremos muitas apostilas dessa linha!

Mulher Esposa e Mãe disse...

Ai como queria morar perto....
Não dá pra fazer a oficina por video conferência...hehe
Abraços adoro seu blog...

Mulher Esposa e Mãe disse...

Ai como queria morar perto....
Não dá pra fazer a oficina por video conferência...hehe
Abraços adoro seu blog...

Evelize disse...

Lu, já tive a oportunidade de te dizer aqui que sou sua fã, sua leitora diária. Realmente o dia a dia acaba por nos impedir de escrever sempre que queremos. Eu mesma tenho vontade de fazer comentários constantes mas, a pressa acaba fazendo com que não façamos isso. Devo confessar que, fiquei um pouco decepcionada por não receber sua visita na minha mesa na Mega Artesanal. Achei que eu merecia isso, por ser sua fã e por me referir a você sempre de maneira carinhosa. Mas, tudo bem, outras oportunidades virão e eu terei a alegria de recerb o seu abraço carinhoso. Um beijo.

lugastal disse...

oi evelize... poxa que chato! eu juro que não sabia onde te encontrar, senão é claro que teria ido te abraçar, com muito carinho! lembro sempre do post carinhoso sobre o filme "julie & julia" que tu escrevestes! mas vamos nos conhecer com certeza (avise onde te encontrar). beijão!

bela silveira disse...

Olá garota!!! Bom ver todo esse reconhecimento... pessoal...
profissional...é exatamente quem eu conheci, uma conterrânea queridona e batalhadora que tem um único objetivo encantar a todos com seu trabalho criativo e caprichoso e a comprovação está aí, nos meios de comunicação!!!! Amiga, não te abala... o ciúme é uma prova de insegurança pessoal e, muitas vezes, para algumas pessoas é difícil reconhecer a ascensão do outro e aí...
Bjo garota!!!

Arte da Luluzinha disse...

Olá Lu !
Estou mesmo ansiosa, pois acredito que em breve irei te fazer uma visita.
Beijinhos
Ana

Anônimo disse...

Olá, Lu.
Te conheci por meio do Assim Sim. Tornei-me sua fã. Obrigada por compartilhar seu trabalho inspirador. Quanto às oficinas, tem jeito de esticar um braço até Sampa?
Um beijo.

Leila Santos

Glau disse...

eu to doida pra te dar um beijo e um abraço bem esmagado!

Aline disse...

Lu,
As pessoas que admiriam alguém, ou pelo trabalho ou simplesmente pelo que a pessoa é, deve sim expor, eu sou uma dessas pessoas. Embora tenha te visto pessoalmente apenas uma vez, sigo seu blog, me identifico com seus posts e com o trabalho que realiza. Tudo que fizemos com amor brilha e encanta, e isso nos transforma em pessoas especiais!
Em brave,vou visitar sua loja e participar de uma oficina.
Fica com Deus!
Aline

Amora Doce disse...

Oi Lu!
Sei que vc tem vááárias conhecidas aqui em SC... que tal vir um pouco mais pro norte com seus cursos maravilhosos??Queria tanto fazer ... Chuif... :( ? Brincadeiras a parte, parabéns pelo blog, pela loja, pelas atitudes e pelo carinho!Seu sucesso é merecido!

Bjs,
Tânia Schoenfelder

Márcia Lima Palamim disse...

Realmente, essa interação é "tududiboun"!!! Tem gente que é ponta firme e sabe fazer a gente pensar. Tem gente que é espírito pequeno e, como na vida real, pisa na bola. Enfim, mais uma forma de aprendizado pra gente.
Sobre o post da "lojinha", me vi em sentimentos totalmente antagonistas. Primeiro, coloquei-me no sue lugar e deixei-me envolver pelo sentimento de pouco caso e desconhecimento que algumas pessoas tem sobre o grande trabalho envolvido em se manter uma loja. Depois fui acompanhando os outros coments e pude ver que pode haver uma outra forma de olhar a mesma situação. As palavras da Ju Padilha, por exemplo, me mostraram uma outra faceta. Com muita delicadeza e bom humor, ela mostrou que dá para ver de um outro jeito. Quer coisa melhor que essa? Para quem é mais estourada, essa sou eu, e que tende a levar tudo a ferro e fogo é muito legal chegar alguém e dizer: vem cá, olha por esse outro lado! E daí a gente analisa e percebe que não precisa ser tão radical.
Olha, foi um post de participação coletiva e que rendeu lições para a minha vida.
E para terminar, as oficinas estão bárbaras!!!!! Que peninha que não sou daí de perto.
Bom trabalho.
Beijokas estaladas na bochecha.

http://infinitafazfita disse...

Nossa como eu queria morar ai pertinho! você não sabe come é dificil as coisa por aqui desde oficinas até materias, praticamente não existe.

BEIJOS!

BiscuitdaMada disse...

Oi, Lu
Odoraria participar de sua oficina, mas moro em São José do Rio Pardo/SP. Será que tem como vc me enviar as apostilas, aguardo o orçamento.
Madalena
www.biscuitdamada.blogspto.com