domingo, 1 de maio de 2011

Para as mães, independente de estilo!

           Mesmo não sendo muito adepta de datas comemorativas, confesso que  a semana que começa me é bastante especial. A maternidade foi, sem dúvida, um presente que Deus me deu, e muitas vezes me pego pensando no tempo que não perdoa... voa! Minhas "pequenas" ficaram grandes, têm  opiniões e vontades próprias, e meu coração fica apertado quando penso que daqui há alguns anos sairão de perto de mim para estudar e seguirem seus caminhos!

         E por falar em caminho, esse ano mudei um pouquinho o trajeto da rotina diária de mãe; resolvi me permitir uma dedicação exclusiva às duas "mocinhas", personagens principais dessa novela louca que é a vida!  Cuidados em tempo integral... mas contarei mais sobre isso!

         Assim deixo aqui a sugestão prás mães que lêem meu blog: que tal se presentear com um programinha diferente? Vale desmarcar um compromisso bem importante; sair mais cedo ou chegar mais tarde do trabalho, para curtir um simples cinema com pipoca e guaraná, um café gostoso na padaria da esquina, enfim...  qualquer programa, independente de estilos e gostos!

       (para as filhas e filhos que quiserem presentear suas mães com criatividade... deixo fotos de sugestões bem bacanas e criativas!)         







3 comentários:

bela silveira disse...

Bom dia garota!!! Uma ótima semana com sentimentos muito especiais, que a data sugere!!!
As sugestões estão lindas, prognóstico de uma decoração encantadora pra homenagear as mamães...
Bjos

Márcia Lima Palamim disse...

Lu!!! Adorei suas dicas para os dias das mães. Tanto as materiais quanto as emocionais. Penso que essas últimas são as mais importantes. Vou tentar fazer isso com o meu filhotão (dia 25 de maio faz 18 anos, aff!!!). Beijos e boa semana.

meninabaiana disse...

Lu, querida!
Tens toda razao... Tem que aproveitar AGORA o momento, pois cada fase na vida das criancas é única. Seja ela díficil ou nao. Aqui na Alemanha a licença a maternidade sao 3 anos!! Acho que ainda é uns dos poucos países que tem tanto tempo. Essa relacao nos 3 primeiros anos de vida, prega e forma o indivíduo pra sempre. Eu aproveitei isso, e sei que na segunda vez foi muito mais intensiva. O primeiro baby sao tantos medos e insegurança... Mas quando olho minhas duas riquezas que tenho em casa, tenho a certeza que estou no bom caminho da educaçao, mesmo nao e sendo perfeita (mas quem é perfeito??!!).
Beijos carinhosos nas duas "mocinhas".