quarta-feira, 28 de julho de 2010

laura 12

Hoje é o dia dela! Minha mimosa, parceira e companheira de, literalmente, todas as horas! Pode estar em casa de pijama, se eu pedir prá me acompanhar na padaria, no frio de rachar, ela não hesita... pode até fazer uma carinha de cansada, mas não diz "não"!

Adora uma estrada... aventuras em si, e faz cupcakes como poucos!
Nesses momentos a nostalgia cai com tudo! Há exatos 12 anos atrás, eu dava à luz (paria, como diriam os gaúchos) minha primeira filha. Foi uma época bem difícil; a gravidez foi complicada e intermináveis 6 meses me deixaram reclusa na pequena e aconchegante casa que tínhamos em Pelotas. Sempre afirmo que Laurinha é fruto de muito amor: uma união de esforços familiares, competência do médico que foi incansável, e uma dose mínima de sorte. De um 31 de janeiro, no auge do verão, até 28 de julho, auge do inverno úmido e frio. Lá ficava eu, olhando o mundo da janela do nosso aconchegante sobradinho (não podia descer escadas, então vivia assim, tipo rapunzel - mas com cabelos curtinhos!). O "programa" era, uma vez por quinzena, vestir uma roupa e ir ao médico, fazer exames de rotina e ultrassonografia. Era aquele momento que me dava uma força inexplicável para seguir adiante com otimismo. Nunca, em momento algum, pensei que ela "fugiria de mim", embora todas as forças indicavam que aconteceria. No meio do percurso, uma cirurgia de urgência, quando nosso pequeno bebê poderia não resistir à anestesia... e lá voltamos prá casa dois dias depois, com Laurinha firme e forte, na barriga.
Era época de Copa do Mundo, e meu maior medo é que entrasse em trabalho de parto em pleno jogo do Brasil. Tinha certeza de que, se acontecesse, o marido relutaria para me levar ao hospital. Cansada de pensar nisso e sofrer por algo que sequer tinha acontecido, resolvi o assunto de forma bem prática e simples: liguei para o seu Folha, motorista de táxi que me atendia no escritório de advocacia onde eu trabalhava, e ele, prontamente, disse que me levaria com alegria para a maternidade, independente do horário!
Mas a Copa do Mundo acabou, o Brasil entregou o jogo prá França, e Laurinha seguiu na barriga, acho que gostou do ambiente e resolveu curtir até o fim... àquelas alturas, meu médico já tinha me liberado uma vez para sair e comprar algumas roupinhas. O restante do enxoval foi presente, pois eu não saía de casa nem prá ir na esquina. Em casa, bordei muito, mas muito ponto cruz, enquanto assistia as tardes inteiras o programa da Ana Maria Braga, não lembro em qual emissora, e nesse mesmo período concluí a monografia de uma pós graduação.
Bem, era noite de 27 de julho e a jornalista do jornal da noite, Lilian Wite Fib, noticiou que Xuxa se dirigia à maternidade para dar à luz à Sacha. Aquilo só me irritou! heheheheheh! Apareceu Xuxa, linda  e loira, sorrindo para os fãs em direção ao hospital, enquanto ali estava eu, gorda, feia e ansiosa para ver minha filha. Pois Laurinha estava a caminho, e chegou naquela mesma madrugada, num amanhecer de geada e frio.
O dia seguinte foi diferente, o corpo doía e aos poucos a gente ia se acostumando, uma com a outra. Nossa primeira noite juntas, depois que todas as visitas se foram, foi bem agitada... ela tentando mamar, eu tentando me acostumar. E o jornal nacional nos massacrando com intermináveis não sei quanto minutos contando as primeiras atividades da Sasha. Coisa impressionante! heheheheh! como se eu estivesse interessada naquela ladainha toda!
Bem, fomos prá casa  no dia seguinte... eu com os mesmos vinte quilos a mais, e feliz da vida com nossa Laurinha nos braços. (acho que a rainha dos baixinhos ainda ficou uma semana numa clínica, e já saiu linda e magra... coisas de estrela!!!!).
Lembranças... são boas e divertidas!
Nossa querida cresceu, com a cara de seu pai! Tem suas vontades próprias, desejos, ansiedades, e um sorriso como poucos! A ela meu post de hoje, repleto de amor!



31 comentários:

Priscila disse...

Lindo post!
Parabéns para a filhota!!!!

Clau Atelier disse...

Parabéns Lu, pela filha linda!!!!
Parabéns Laurinha.
Bjs

Arte da Luluzinha disse...

Laurinha, não nos conhecemos pessoalmente, mas já temos muito carinho por você. Desejamos de coração um feliz aniversário e que seus sonhos sejam realizados. Beijinhos aqui de longe.
Ana e Lú

obs. e para a mãe coruja tbém parabéns...é tão bom né!

Silvia Maria disse...

Lindo post!
A espera de um filho pode ser difícil, mas tê-lo em nossos braços é gratificante.
Parabéns pela linda Laurinha que mostra que valeu muito a pena ser esperada.

Céres disse...

a bela Laurinha tem o sorriso cativante da sua mamãe! e com certeza o otimismo e entusiasmo também :)
um beijo bem grande pra vocês e o desejo de só alegria e felicidade esperem pela Laura!!!!

Tricia disse...

Que linda homenagem à Laurinha! Desejo tudo de bom pra essa mocinha, que é a cara do pai mas tem o talento da mãe! Felicidades, Larinha. Seu presente já está aqui guardadinho. Bjs. Tricia

Rosana Sperotto disse...

Não tem presente mais precioso, né, Lu? Parabéns às duas, pela linda parceria. Um beijo doce à Laurinha, um abraço apertado pra ti

Catelini disse...

Nossa... Que linda declaração de amor! Parabéns! beijos,

Catelini

Pedaço de Amor disse...

menina linda, de sorriso igualmente lindo! e belo texto, Lu!
um beijo pra vcs!

Hyasmine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvia disse...

Declaração de amor é sempre bem vinda, se for da mãe então, nem se fale!
Que essa linda mocinha meiga de sorriso cativante, continue trazendo muitas alegrias pra esse coração de mãe maravilhoso!
Que DEUS às abençoe sempre!
Bjs

Hyasmine disse...

Muito bonito Lu! Dá até vontade de "ter" uma parceria dessa... hehehehe
Beijos!!!

Laura disse...

Parabéns Laurinha! Muitas felicidades prá voce. Lú, que texto lindo, uma eterna prova de amor. Bjs.

Carlinha disse...

Parabéns Lu pela guria!
Essa é parceira mesmo!

Bjus

Ana Christina S. & Tetê disse...

Parabéns Lu para a Laurinha! Muita saúde, paz e amor, ela é uma menina muito querida, meiga e educada!! Um grande beijo pelo seu aniversário, Ana

Márcia Palamim disse...

Meus parabéns!
Pela filhota linda, por sua história de superação e determinação, pela família linda que você tem.
Realmente o sorriso da Laurinha é lindo! E viva seus cupcakes!!!
Beijos e tudo de bom pra vocês duas.

laurab disse...

Lu, adoro seus trabalhos ,sigo seu blog e adorei saber que sua filhota a Laurinha dos cupcakes é também minha xará. Muitos beijos para as duas e que continuem firmes nesta doce e delicada parceria!

♥ gigiSerelepe ♥ disse...

Amada!

Daniele disse...

Lu, me emocionei com seu post.
Vemos tantas crianças sofrendo maus tratos, tanto ódio e desunião que quando vemos demonstrações de amor e carinho, nos emocionamos.
Também sou loucamente apaixonada pelo meu filhão.
Sua Laurinha é linda!
E tenho certeza que toda essa doçura resulta do amor que ela recebe.
Parabéns para sua menina!!!
Que Deus a proteja e a ilumine por essa longa tragetória de vida.
Bj Grande

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi flor!
Que história bonita!
Valeu a pena demais, ela é uma graça.
Deixo aqui os meus parabéns, e o desejo de muita saúde e felicidades sem fim.
Que lindas Fadinhas abençoem o caminho dessa florzinha em seu novo ano que se inicia.
Beijnhos.

Flores e Luz.

silvia ferreira disse...

Ai que coisa linda! Falar de filhos é sempre muito doce! E este sorriso de Laurinha é um encanto!
Beijos queridas e que as alegrias desta amizade entre vocês sejam eternas!

Ana Matusita disse...

Parabéns pra Laurinha, menina linda dos cupcakes e do banco imobiliário! hehe
Bjs

Cecilia e Helena disse...

Parabéns, Laurinha!
Lu, adorei a história! Minha gravidez não foi complicada (mas tbm engordei 20 kg!!), então nem consigo imaginar alguém ficar os 9 meses de molho. E vc levou numa ótima! Minha filha nasceu num maio de muito frio aqui em Brasília, em 2002. Essas meninas são a nossa alegria, não é mesmo? Verdadeiras bênçãos e milagres.
Beijo
Helena

Luciana Casado disse...

Que lindo post, Lu!!! Adorei conhecer a história da Laurinha na tua barriga!! Um dia ainda conheço essa linda mocinha!! Parabéns a Laurinha!!!
Bjus, Lu

Ana Paula Cavalari disse...

Eu não felei!!! isso me faz te amar!! posso?? mesmo a distancia e no silencio dos olhos nunca se tocados! Mas como não admirar alguem que fala assim, trata assim, cuida assim de um olhar assim! tão maravilhoso!Pode ser a cara do pai, mas tem o olhar da mãe! brilha feito criança na chuva, comendo brigadeiro, descobirndo formas nas nuvens! mais uma vez... obrigada! você é uma rainha loira e linda também! só que não dos baixinhos... hehehehee de um bando de loucas que amam paninhos e fofocas e bonecas e muit muita linha, agulha... deixa eu ir
beijos

Lu Gastal disse...

risos... meninas, fiquei rindo sozinha com o comentário da ana paula!
muito obrigada a todas vocês pelo carinho... outro dia contarei "como fazer para perder 20 quilos" em 73 longas lições! kkkkkkkkkkkkkkkkk

beijão a todas

Rossimara disse...

Parabéns pela filha, já é cheia dos dotes artísticos como a mãe.
Já estou curiosa para conhecer a Lulu também.
bj

Milla Cordeiro disse...

Parabens laurinha muuuitos ano de vida e de delicias!!
que lindo post fiquei tao emocionada, lu durante o seu momento de reclusao vc passou seus dons artisticos e o amor pela arte pra laurinha por isso tanto talento!!
parabens as duas por tanto amor e companheirismo!
bjos mila :)

MÁRCIA MARINHO disse...

Linda história...Linda Laurinha...Parabénsssssssssss!

Vanessa Maurer disse...

Que post mais lindo... Feliz Aniversário para a bonequinha mais velha... que os bons espíritos sempre lhe guiem os caminhos, nesta seara... beijocas

Eliane disse...

Oi Lu!
Sempre passo por aqui para saber das novidades, de seus trabalhos, da loja, suas amigas, enfim literalmente saber da sua vida. Lendo seu post sobre o aniversário da Laurinha fiquei muito emocionada, filhos sempre me emocionam, ainda mais depois que fui presenteada com o meu tesouro, nosso filho Diogo. Parabéns pela sensibilidade e facilidade de colocar em palavras esse amor tão lindo, puro e genuíno, que é o amor de mãe e filho(a).
Parabéns e bjs para mamãe e filhinha!