terça-feira, 27 de outubro de 2009

PREPARATIVOS

Tudo o que fazemos com carinho requer uma série de cuidados. Embora eu seja uma típica ariana, a ansiedade às vezes dá lugar a preparativos lentos e que amadurecem com o passar dos dias. Decisões afoitas muitas vezes (geralmente) nos geram arrependimentos! risos...
Bem, há tempos atrás minha amiga paulista-quase-gaúcha Rosana nos convidou prá ir a Miami visitá-la. Isso foi há alguns meses. Na ocasião, Laurinha, minha filha mais velha, ficou toda animada, quando combinamos que, em 2010, tentaríamos acertar a visita com antecedência.
A partir disso, buscou incessantemente encontrar uma fonte de renda, pois imaginou que economizando apenas a mesada não conseguirá realizar o sonho em tão curto prazo. Seguidora dos passos culinários do pai (porque a mãe só prepara leite com nescau), Laurinha seguidamente perde a noção do tempo na cozinha, preparando comidinhas simples à algumas mais elaboradas.
Numa festinha de aniversário, decidiu presentear a amiga com alguns cupcakes. A massa ficou mais ou menos (sou mãe e jamais direi que estava seca...), o que depois foi prontamente discutido em família e aperfeiçoado. A receita da internet deu vez à dicas de uma receita da tradicional escola Le Cordon Bleu, e alguns detalhes fizeram os cupcakes da Laurinha ficarem... digamos que DELICIOSOS! (é claro que sou mãe, mas como incentivadora de uma futura-empreendedora-mirim preciso ser exigente).

Assim, quando batia aquela vontade de comer um doce gostoso, a família pedia os cupcakes da Laurinha... e assim eles surgiram!


As viagens do pai ao exterior começaram a render presentinhos especiais para a produção dos cupcakes. As primeiras encomendas começaram a chegar. Inauguração da Casa Quilt, aniversário de uma colega da escola, bazar, outro aniversário de um colega; uma oficina de cupcakes numa festinha de meninas... e Laurinha iniciou lentamente sua clientela.
Assim, da mesma forma como minha primogênita foi "preparada" prá nascer saudável com quase intermináveis 6 meses de repouso absoluto na cama (no máximo da cama para o sofá e vice versa)... Lu Gastal apresenta orgulhosamente: CUPCAKES DA LAURINHA
Agora com logo, melhorias na produção, oficinas de cupcakes em aniversário agendadas e encomendas constantes!

Sessão "obrigadas"!
- à tia Claudinha pela criação da logo;
- á incansável Didi, que auxilia a cupcake-girl a controlar o tempo e temperatura do forno;
- ao papai, que investe na veia empreendedora da mocinha
- à tia Rosana, que de tão longe nem tem idéia do que acontece aqui em Brasília... e
- às consumidoras e clientes (que tenham sempre desejos dos cupcakes da Laurinha)

domingo, 25 de outubro de 2009

MÃOS QUE CURAM - Correio Braziliense deste domingo



Sou a figurante da cena "crafter" dessa foto.
Lu Gastal, seus apetrechos de costura e duas bonecas criadas especialmente para a matéria, que enfatizou a importância dos trabalhos manuais para melhorar corpo e mente.
Tive o privilégio de indicar duas alunas que enriqueceram a matéria e dividiram com os leitores um pouquinho de suas dificuldades e superações!
Obrigada Lili e Rosário!

p.s: a boneca que tenho no colo chamei de Norminha, pois foi costurada e clicada no dia de aniversário de minha vó, que a ganhou de presente!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

andando pela vizinhança


Adoro viajar! Embora eu sempre afirme que o melhor da viagem é a volta prá casa, sempre que posso por pé na estrada me animo com qualquer oportunidade de andar por culturas diferentes.
O fim-de-semana foi somente meu e do namorado... e a gostosa Buenos Aires nos esperou com sol e friozinho super gostosos! Sem falar nos pães, carnes, cafés, alfahores (meu Deus...), vinhos, no tango que se espalha pela cidade.
Adoro viajar. Caminhar sem horário, provar delícias, conferir culturas. Adoro conferir os diferentes costumes, e os hermanos não perdem um dia de sol... descansam em qualquer pedacinho de gramado dos parques.
Os programas são variados, para todos os gostos! E nada melhor do que aproveitar as antiguidades e deliciar os olhos com tudo o que há de belo por lá... sem falar nas cores (amo as cores!)! Não existe lugar mais alegre do que o caminito... mesmo em tarde de disputa no estádio do boca, com o iminente perigo da torcida adversária.
Mi Buenos Aires querido... hasta la vista!