quarta-feira, 29 de abril de 2009

alfinetes



No dicionário: 1 Hastezinha de metal aguda numa ponta e terminando por uma cabeça na outra; serve para pregar, ou segurar, unidas, peças de vestuário, folhas de papel etc.

Para mim: tudo. Não trabalho sem eles! Verdadeira compulsão e dependência.Sempre que ganho porta alfinetes de presente é uma curtição. Logo, vou juntando todos os tipos e estilos, cada um parecido com quem o fez ou presenteou.

Coloridos, decorados, com cabeça de plástico colorido. Nâo gosto dos alfinetes com cabeça de metal. Dói os dedos! Risos...

Aqui deixo o olhar de minha amiga Júnia Chaves (http://juniachaves.blogspot.com)
no meu cantinho especial.

Porta-alfinetes de Mara Porto, Ceres (Bicho Papel), Cacau Dias, Deny, e maçã feita por mim.

domingo, 26 de abril de 2009

bonequeira




Fiz uma devassa no google. Procurei em vários diciónários mas a palavra "BONEQUEIRA" não existe.
Explicações à parte (eu adoraria contar o por quê gosto de brincar com minhas blythes), me limito a dizer que alegram os dias por aqui. Tem quem ache ridículo, tem que ache bonito, tem que sinta vontade mas não tem coragem, tem quem olhe sem nada entender.
O fato de mulheres adultas brincarem de boneca (e não são bonecas comuns, são cabeçudas e esquisitas, o que as tornam ainda mais encantadoras), causa espanto à muitos. Grande coisa! Continuarei brincando com as minhas.
No início, comprei uma. Depois, uma para cada filha... pura desculpa. Hoje me permito comprá-las e enfeitá-las, fotografá-las em qualquer lugar sem sentir vergonha ou explicar nada a ninguém.
Um dos meus desafios do ano seria fazer roupinhas prá elas. E parece que tá saindo a idéia. Embora a produção seja meio lenta, tenho curtido o resultado.
E não basta gostar, tem que curtir!
Não basta curtir, tem que investir!
Não basta investir, tem que fotografar!
Não basta fotografar, tem que ter parceria!
Não basta parceria, tem que ter diversão!
Não basta ter diversão, tem que ter tempo!
E, prá finalizar, não basta ter tempo, tem que ter amor!

Eis minha segunda coleção para bonecas. A linha vintage!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

mudança colorida


Tudo bem. Me rendi!
Eu, que sou uma mulher que adoooora um básico (preto, branco, cores lisas e jeans), depois de quase 3 anos com meu inseparável óculos vermelho (o qual sou dependente cada vez mais), me entreguei à ousadia de comprar um óculos novo.
Não é apenas um óculos, é um óculos estampado! Estava no museu de craft americano, em washinton, quando me deparei com essa preciosidade. Foi amor à primeira vista!

Ousadia dos 38 anos! O óculos vermelho continuará na ativa, e o colorido entrará em dias de muiiiiito bom humor!

domingo, 12 de abril de 2009








Os tão sonhados cupcakes!

Sempre vejo fotos lindas postadas na internet, de cupcakes maravilhosos. Se são gostosos eu realmente não sei, mas que as fotos ficam lindas, ficam!
Há poucos dias, numa das minhas "andanças por aí", comprei forminhas para cupcakes. Ri sozinha ao ver o "kit"!!!!!! Na rede Macy's, há uma ilha todinha com produtos de Martha Steward, e foi lá que encontrei essas preciosidades. Chegando, guardei-as para o teste.
Ontem de manhã foi o "meu momento", hora de preparar a páscoa aqui de casa! Depois de confeitar a última "edição" dos biscoitos de mel para essa Páscoa (que foram todinhos vendidos até o final da tarde), eu, Didi e minha amiga Ervanda nos aventuramos nos cupcakes. A cozinha ficou cheirosa e colorida!
As formas em teflon nós já tínhamos, trazidas por meu marido em uma viagem há tempos atrás.
As forminhas by Martha Steward foram cuidadosamente colocadas dentro da forma de teflon, e Didi preparou uma receita de cupcakes de chocolate, publicada numa revista. Noutras formas, maiores, fizemos cuca alemã, porque no kit continha um papel de fundo para bolos e afins.
Depois de prontos os cupcakes, confeitei para dar um leve colorido, nas mesmas cores das bolinhas impressas nas formas.

Pronto, ficaram lindos! Caixinhas montadas, colocamos os cupcakes, a cuca alemã foi decorada com um coelhinho, e algumas jujubinhas decoraram e fizeram a composição.
Caixinha linda, devidamente fechada com um saquinho de celofane, este arrematado com fitinhas de cetim.!
Modéstia à parte, ficaram lindos!
Lindos e super gostosos!

domingo, 5 de abril de 2009

cheirinho de páscoa no ar


Adoro essas épocas festivas. Natal, páscoa, aniversários. Não sei por quê, mas gosto dos preparativos, dos momentos e dias que antecedem. As datas em si, os dias exatos, já não me são tão importantes.
As datas me levam à infância. Os domingos de Páscoa eram sempre na casa das avós, e lá no sul quase sempre o tempo não era dos melhores.
Casquinhas de ovos pintadas, aquele cheirinho de amendoim com açúcar, que a gente comia sem parar, até a barriga pedir socorro! Procurar os ninhos também fazia parte do programa. Ah, e ajudar a vó a fazer mini bouquets de macela, uma erva que é colhida na sexta-feira santa, antes do amanhecer! Risos... reza a lenda! Esses mini bouquets são presenteados prá toda família, e usados durante o ano quando se tem dor de barriga. A dor passa imediatamente, pq o gosto do chá é simplesmente horrível!
Tento manter as tradições e na minha casa, hoje, sempre agito com as crianças. O coelho ainda esconde os ovos bem cedinho, antes de acordarem. A macela chega um pouco atrasada, mas garante o socorro em momentos de necessidade.
No ano retrasado, as crianças acordaram antes do coelho e encontraram os ovos todos no ateliê... ficaram faceiríssimas e concluíram que ele não escondeu pq o jardim estava molhado... No ano passado o coelho escondeu tudo no jardim, e como eu precisava emagrecer, fui a menos previlegiada, ele deixou um kinder ovo (aquela coisa minúscula) com meu nome. Fiquei p. da vida. As gurias adoraram a ousadia do orelhudo!
Nos lugares por onde estive semana passada, muita vitrine com decoração de Páscoa. Para encher os olhos das crianças e dos adultos! Lá no sul também tudo é muito caprichado, as casas têm suas portas enfeitadas com guirlandas, e as lojas também dão um toque super especial em alusão à data.
Sexta-feira resolvi fazer uma "árvore de Páscoa". Peguei um grande galho seco, pintei com spray branco, e enfeitei com algumas coisas boas (ovos, biscoitos, jujubas, e algumas flores e enfeites, além de uma coelhinha, é claro).
A idéia era de que a árvore enfeitasse a mesa na Feira da Lua. Mas não demorou duas horas e a árvore de páscoa foi passear prá alegrar alguma família que por lá andou.
Farei outra, ou outras, é claro! Porque eu adorei!