segunda-feira, 18 de agosto de 2008

momentos únicos


Trago na lembrança aquela cena de pré aniversário lá em casa. Minha avó materna sempre vinha nos visitar, ela era a responsável pelo bolo. Além dele, sanduichinhos, canudinhos com carne moída e maionese, negrinho (brigadeiro) e branquinho, refrigerante e cachorro quente. Ah, alguns balões pendurados na cortina da sala ou na garagem - locais sempre eleitos para os festejos da gurizada.
Tava feita a festa. Além disso, correria sem fim, gritos e muito agito! Nada de recreação, cama elástica ou togogã. E era super divertido!
Esse ano, optei por comemorar um aniver lá em casa da forma mais econômica possível. Prá aliviar a seca, marcamos um banho de piscina.
E, prá recordar os aniversários do nosso tempo, tudo foi preparado em casa, do chapeuzinho ao bolo.
O domingo amanheceu com cheirinho bom na cozinha. Cinco "mulheres" nos preparativos! Uma bate a massa da empada, outra lava a louça, outra abre as forminhas de papel. Tudo isso regado a muita risada e chimarrão, pq afinal, em casa de gaúchos esse é um ítem básico.
Cuca alemã, musses, branquinho, potinhos de gelatina coloridos, bolo de brigadeiro com palitos de chocolate, sanduichinhos, cachorrinho quente e empada rápida.
E a tarde... ah, o sol era o convidado principal mas furou.. não apareceu! Porém, todas as convidadas foram e levaram muita, muita energia... e apetite!
A diversão rolou solta até o fim do dia. Sem cama elástica nem tobogã!!!!
Pós festa, um banho quente com AS infantil!

terça-feira, 12 de agosto de 2008

cores


Sou básica. Adoro roupas lisas, jeans acompanhado de algo clean. É claro que curto uma estampa, uma bata, um vestido, dependendo da ocasião. Mas no dia a dia, não ouso além de um lenço colorido amarrado no pescoço. Um sapato colorido também rola, às vezes.

Porém, no ateliê, eu amo as cores. Até em excesso, na minha opinião!!!!! Mas como elas me fazem feliz!
Vejo e admiro trabalhos alheios: combinações lindas, tons terrosos; fico babando. Porém, nas minhas exposições, é sempre aquela profusão de cores!
Outro dia, em São Paulo, tentei explicar a uma pessoa onde estava localizado meu estande, e ela logo tascou “ah, é aquele tooooooodo colorido?!?!”.
A pulguinha ficou atrás da minha orelha e me fez questionar: teria aquela pessoa dito que as cores eram excessivas???? Estaria cafona, brega ou “out” meu pequeno espaço????
Não sei exatamente o que pensou aquela desconhecida. Mas tenho certeza que o cantinho era realmente muito colorido... talvez “Out”. Meus espaços costumam ser alegres, e me sinto bem neles!
São minha marca, esse é meu jeito.
Agora, como explicar uma pessoa tão básica, que adora um pretinho prá não perder tempo em pensar no quê vestir; usar, abusar e costurar tantas cores ao mesmo tempo????
Quem não se importar, deixe que minhas cores alegrem o seu dia!